Alergia a Picada de Inseto

Entenda como se manifesta e como tratar

Artigo publicado por Roberto Magalhães nas categorias: Doenças

Diminuidor

Alergia é algo que realmente incomoda o alérgico. As reações sentidas pelo individuo são desagradáveis seja qual for o tipo de alergia. Mas uma das alergias mais conhecidas é a alergia a picada de insetos. Geralmente, ocorrem em sua maioria já na infância. A criança dorme e quando acorda está com várias picadas que incham, ficam avermelhadas e provocam uma série de reações desagradáveis. Quer entender mais sobre esse assunto. Então leia com a atenção e saiba como tratar esse tipo de alergia a inseto.

alergia a picada de inseto

Como se manifesta

A alergia a picada de inseto, também conhecida como estrófulo,  se manifesta geralmente nas estações de calor como o verão e nas regiões mais quentes, onde há bastante concetração de borrachudos.  Causando hematomas em forma de caroço na área picada pelo inseto, que após a picada pode expandir para outras regiões do corpo de forma mais agressiva inchando como bolhas e infeccionando a área afetada. Mas além do borrachudo há outros tipos de insetos que causam as reações alérgicas como abelhas, pernilongos, formigas e vespas.

E, ao picarem a pele esses insetos sugam o sangue do individuo afetando  o organismos de defesa que, para se defender, reage liberando algumas substâncias que causam coceira, inchaço e deixa a pele avermelhada e dolorida.  Como já falamos, as crianças são as mais atingidas por este tipo de alergia, a de picada de insetos, por isso os pais devem ficar atentos e ao perceber qualquer reação na criança buscar ajuda médica. E utilizar produtos que possam minimizar o contato das crianças e todos com esses insetos, quando houver essa predisposição a alergia.

Como tratar

Primeiramente, ao perceber qualquer um dos sintomas citados na área da pele afetada pela picada do mosquito, procure um especialista para indicar o melhor tratamento e reduzir a dor, coceira, inchaço e vermelhidão na área. Ao perceber que é a alergia faça a higiene do local com sabão neutro e água corrente, se permanecer inchado, faça compressa com gelo. Mas se não reduzir os sintomas, busque ajuda do especialista que em muitos casos irá receitar vacinas com o veneno do inseto que vão criar anticorpos, que irão bloquear os sintomas. Ou ainda através da imunoterapia também e dos aniti-histamínicos e corticosteróides para reduzir o desconforto, que podem ser administrados via oral ou aplicação na pele.

Mas não basta aplicar a medicação, devem ser evitados aliando também algumas mudanças como dedetização do ambiente, ventilação adequada, colocação de telas para evitar a entrada dos insetos ou ainda, aplicar o repelente na pele do individuo alérgico.

Seguindo essas orientações e munindo-se de artifícios para evitar o contato com os insetos a alergia irá reduzir de forma significativa. Mas se mesmo com essas indicações sugeridas não sentir alivio, busque ajuda com o especialista de sua confiança e especializado que poderá indicar o melhor tratamento.

Diminuidor

Comente!




*Campos obrigatórios

Os artigos desse site contém informações baseadas em pesquisas, estudos, consultas, experiências pessoais e livros. Deve-se sempre consultar um médico antes de tomar qualquer medida.