Asma

Saiba como o que é e como ocorre a asma

Artigo publicado por Roberto Magalhães nas categorias: Doenças

Diminuidor

A asma é uma doença inflamatória da vias aéreas respiratórias que pode ser crônica ou até mesmo congênita. O problema ocorre em pacientes que possuem os brônquios dos pulmões mais sensíveis ou inflamados.  A doença se resume no estreitamento dos bronquíolos, pequenos canais de ar dos pulmões, que acaba dificultando a passagem do ar provocando contrações ou espasmos nos brônquios e as consequentes crises que podem comprometer todo o sistema respiratório do paciente acometido.

Para se ter uma ideia da dificuldade passada pelos acometidos, na asma, expirar é mais difícil do que inspirar, o que transmite e se traduz em uma sensação de sufoco. A asma acomete pessoas de qualquer idade, mas na maioria dos casos é diagnosticada ainda na infância. Outra característica importante da asma é o fato de a doença ser hereditária.

Segundo dados da Organização Mundial da Saúde, a asma é uma das doenças crônicas mais comuns de todo o mundo, acometendo cerca de 235 milhões de pessoas. No Brasil, os números apontam que 10% de toda a população sofre ou já sofreu com algum problema causado pela asma.

bombinha para asma

Existe uma escala de quatro graus que determina a gravidade e o estágio da asma, de acordo com os sintomas e o número de dias que o paciente sofre com a doença.

Por que ocorre

Não se sabe ao certo os verdadeiros agentes causadores da asma. Porém, há diversos fatores que podem causar os ataques. Substâncias ou agentes alérgenos, como ácaros e poeira, poluição, pólen, mofo, pelos de animais e fumaça de cigarro podem servir de agentes causadores do problema. Substâncias químicas como tinta, desinfetantes e produtos de limpeza também podem desencadear as crises.  Alergias alimentares também podem causar crises de asma.

A asma é uma doença que pode ser induzida pelo exercício físico, ocupacional, ou por esforço realizado no trabalho, ou ate mesmo a asma noturna, que é causada pelo trabalho cardíaco enquanto se dorme. Mudança brusca de clima e de temperatura, reações orgânicas á medicamentos, obesidade e refluxo gastroesofágico também são fatores que podem contribuir para o aparecimento da asma.

Como tratar

O principal objetivo do tratamento da asma é reduzir os sintomas e as crises respiratórias no paciente acometido, além de controlar a inflamação das vias respiratórias. A melhor maneira para se evitar é inibindo o contato do acometido com substâncias que desencadeiam os sintomas.

Existem dois tipos de medicamentos para o tratamento da asma: os que controlam e previnem a doença e os que aliviam imediatamente os sintomas, que servem para aliviar os sintomas durante as crises. Corticosteroides e beta-agonistas de ação prolongada são os mais recomendados para prevenir sintomas de asma.  Inibidores de leucotrienos, teofilina e broncodilatadores são os principais agentes utilizados no tratamento dessa doença.

sistema respiratório

Como evitar

A asma em si é uma doença que não pode ser prevenida, já que provém de uma inflamação dos brônquios sem causa aparente e conhecida. Porém, é de suma importância que as crises sejam controladas para garantir uma melhor qualidade de vida para o acometido.  Ficar atento e sempre em dia com os testes que revelam as alergias do paciente, consumir alimentos que possuem a vitamina D, como ovos, manteiga, iogurtes e peixes, utilizar hábitos de higiene, evitar cheiros e locais empoeirados, e, principalmente, evitar a exposição à fumaça de cigarro são medidas que podem prevenir as crises asmáticas.

Diminuidor

Comente!




*Campos obrigatórios

Os artigos desse site contém informações baseadas em pesquisas, estudos, consultas, experiências pessoais e livros. Deve-se sempre consultar um médico antes de tomar qualquer medida.