Câncer de Pele – Melanoma

Melanoma é o tipo de câncer de pele mais agressivo que existe e pode ser causado pela exposição excessiva aos raios ultravioletas. Confira a seguir.

Artigo publicado por Roberto Magalhães nas categorias: Doenças

Diminuidor

Melanoma é a forma mais grave de câncer de pele e se produz entre as células (melanócitos) que fabricam a melanina – o elemento de pigmentação que dá cor a pele. O cancro também pode se desenvolver nos olhos e, em alguns casos raros, nos órgãos internos, como no intestino.

Não se tem conhecimento sobre o motivo exato para a formação do melanoma, no entanto, a exposição aos raios ultravioletas do sol e dos aparelhos de bronzeamento pode influenciar diretamente em seu surgimento. Evitar a exposição direta ao sol pode minimizar os riscos de desenvolver um câncer de pele.

prevenção de câncer de mama

A ameaça de melanoma mostra-se em progresso, atualmente, entre pessoas jovens, com menos de 40 anos de idade, em especial as do sexo feminino. Reconhecer os indícios de alerta para esse tipo de câncer pode auxiliar a assegurar que as alterações cancerígenas são detectadas e tratadas antes que o câncer se espalhe pelo corpo. As chances de cura para o melanoma são altas se o problema for diagnosticado precocemente.

Outras dificuldades associadas em torno da doença é que a melanoma pode se reproduzir em qualquer parte do corpo. Geralmente ocorrem nas regiões que ficaram expostas ao sol, como as costas, braços, pernas e rosto, mas também pode surgir em locais que os raios ultravioletas não atingem, como as solas dos pés, camadas de pele abaixo da unha e nas palmas das mãos. Este tipo de melanoma que afeta áreas ocultas é mais recorrente entre pessoas de pele escura.

Sintomas do Melanoma

  • Os sintomas e sinais primários do melanoma a surgirem são:
  • Alteração de um sinal já existente
  • Aparecimento de uma nova pinta ou de algo incomum na pele
  • Pintas ou manchas que mudam de lugar

Causas do Melanoma

O melanoma se desenvolve quando ocorre um erro nas células fabricantes de melanina. Usualmente, estas células da pele se formam de um modo ordenado e controlado – as novas células saudáveis empurram as células mais antigas na direção da superfície da pele, local onde elas morrem e, caem. Mas quando acontece de certas células produzirem danos ao DNA, elas passam a se crescer sem ordem ou controle e, desse modo, produzir uma massa de células cancerígenas (tumor).

melanoma de espalda

O que causa essa mutação entre as células da pele e como esse acontecimento forma o melanoma não é comprovado cientificamente. Há possibilidades de que um conjunto de elementos, entre eles fatores ambientais e genéticos, pode motivar o melanoma. de qualquer forma, os médicos creem que a principal causa do melanoma é a exposição direta aos raios ultravioletas do sol e dos aparelhos de bronzeamento artificial.

As luzes ultravioletas não geram todos os tipos de melanoma, principalmente os que são reproduzidos em locais ocultos do corpo, que não recebem exposição direta ao sol. O que determina que outras razões podem estar relacionadas à ameaça de melanoma.

Fatores de Risco

  • Pele clara – quem tem a pele clara possui menos melanina o que emplaca numa menor proteção contra os raios ultravioletas.
  • Histórico de queimadura solar – pessoas que já sofreram sérias queimaduras por causa do sol podem ter mais chances de desenvolver o melanoma quando adultos.
  • Exposição excessiva ao sol – exposição à radiação ultravioleta do sol ou de aparelhos de bronzeamento artificial gera mais riscos de câncer de pele, como a melanoma.
  • Histórico familiar de melanoma – se houver parentes próximos que tiveram câncer de pele, incluindo o melanoma, as chances de desenvolver o problema são maiores.
Diminuidor

Comente!




*Campos obrigatórios

Os artigos desse site contém informações baseadas em pesquisas, estudos, consultas, experiências pessoais e livros. Deve-se sempre consultar um médico antes de tomar qualquer medida.