Cirurgia Bariátrica

Saiba em que casos são recomendados a cirurgia bariátrica e por que optar pelo método

Artigo publicado por Roberto Magalhães nas categorias: Procedimentos Cirúrgicos

Diminuidor

De acordo com pesquisa realizada pela Sociedade Brasileira de Endocrinologia, há cerca de 70 milhões de brasileiros acima do peso desejável para ter saúde. E, como muitos sabem, a obesidade pode gerar doenças graves e até mesmo risco de vida. Para casos de obesidade mais elevadas que não é possível emagrecer com dietas, especialistas indicam a cirurgia bariátrica.

homem obeso

O que é cirurgia bariátrica

A cirurgia bariátrica nada mais é que uma técnica de redução de estômago, que leva ex-obesos a ingerir alimentos com mais consciências e quantidades mais reduzidas. Mas independentemente do tratamento escolhido pelo paciente e pelo seu médico para eliminar o sobrepeso, o individuo deve ter determinação, confiança e foco para atingir seus objetivos. E, assim, ser uma pessoa mais saudável evitando riscos a sua saúde.

Como é o procedimento

O procedimento, como toda cirurgia, contém riscos, pois está sendo feita uma intervenção para reduzir o tamanho do estômago do paciente, para que ele redução a quantidade de alimentos que ingere ao longo do dia. Porém, nem sempre essa é uma solução, pois muitos voltam a engordar, ganhando até mais peso que do que havia perdido.

Por isso, devem ser feito exames clinico e laboratoriais como de sangue, tomografia do abdômen, endoscopia, radiografia do tórax, avaliação cardiológica, além de verificar a questão genética de cada individuo, para se ter a ideia de chances de um tratamento positivo. Além disso, os pacientes que passam por uma cirurgia bariátrica necessitam de cuidados especiais para evitar a desnutrição, anemias e outros. Por isso, após a cirurgia é recomendada a reposição de vitaminas como os complexos vitamínicos B12 e ingestão de ferro

Para quem é indicado

A cirurgia bariátrica é indicada para pacientes obesos e com obesidade mórbida que fizeram diversas tentativas e mesmo assim não conseguem eliminar o sobrepeso. Mas, por conter alguns riscos, a cirurgia deve ser avaliada juntamente com o médico cirurgião e nutricionista para ver qual o melhor método de acordo com o paciente. No entanto, além da cirurgia, o paciente deve fazer antes uma reeducação alimentar para avaliar a quantidade e qualidade do que é ingerido, além da forma como mastiga.

obesidade mórbida

Riscos da cirurgia bariátrica

O procedimento é considerado de médio a alto risco, pois trata-se de uma técnica cirúrgica. Os cuidados devem ser tomados antes e após a cirurgia. Com visitas periódicas ao médico especialista, além de realização de todos os exames, para saber se a cirurgia pode ser realizada com segurança. Os hábitos alimentares devem ser revistos mesmo antes da cirurgia, mastigando bem e devagar, para sentir-se saciado e reduzir os intervalos entre as refeições.

E, claro, avaliar o que está sendo ingerido, evitando alimentos gordurosos e ricos em açúcar. Seguindo essas dicas e tendo uma postura equilibrada e consciente a recuperação será tranquila, e, assim evitará ganhar o peso antigo novamente e até correr riscos como enfarte, doenças ligadas a obesidade que são diabetes, disfunções respiratórias, depressão e problemas nas articulações.

Diminuidor

Comente!




*Campos obrigatórios

Os artigos desse site contém informações baseadas em pesquisas, estudos, consultas, experiências pessoais e livros. Deve-se sempre consultar um médico antes de tomar qualquer medida.