Conjuntivite

A conjuntivite é uma enfermidade que pode ser causada por meio de infecções ou inflamações, por esse motivo seu tratamento é diferenciado para cada tipo de caso.

Artigo publicado por Roberto Magalhães nas categorias: Doenças

Diminuidor

A conjuntivite é uma infecção ou inflamação da membrana conjuntiva transparente que recobre a pálpebra e envolve uma parte branca do glóbulo ocular. Quando os minúsculos vasos sanguíneos dessa membrana se inflamam, eles se tornam mais visíveis. E é devido a este fenômeno que o branco dos olhos fica avermelhado ou rosado quando um indivíduo está com conjuntivite.

A conjuntivite ocorre geralmente por conta de uma infecção viral ou bacteriana, alguma reação alérgica ou pelo ducto lacrimal aberto – em bebês.

conjuntivite

Mesmo que a conjuntivite seja realmente incômoda, dificilmente afeta a visão da pessoa. Com os tratamentos adequados, é possível atenuar o desconforto da doença. Como se trata de uma infecção contagiosa, quanto antes ocorrer seu diagnóstico, melhor, pois o tratamento correto pode também bloquear seu alastramento.

Sintomas Da Conjuntivite

Os sintomas da conjuntivite podem ocorrer em um ou ambos os olhos. Confira a seguir seus principais indícios.

  • Vermelhidão ou cor rosa no branco dos olhos
  • Coceira
  • Sensação de presença de areia
  • Lacrimejo constante que pode formar uma crosta durante a noite, fato que pode dificultar a abertura dos olhos quando acordar.

Quando o médico deve ser consultado

Marque uma visita ao profissional de saúde se presenciar quaisquer indícios ou sinais que se pareçam com a conjuntivite. A doença é amplamente contagiosa num período de incubação de duas semanas após os sintomas aparecerem. Portanto, seu diagnóstico e tratamento precoce pode ajudar a proteger as pessoas que convivem com você.

Outras indicações

Indivíduos que utilizam lentes de contato devem parar de usá-las assim que os sintomas da conjuntivite surgirem. Se estes sintomas não melhorarem em um dia, consulte imediatamente um oftalmologista ou clinico geral para garantir que não houve uma infecção ocular ainda mais grave associada ao uso das lentes de contato.

Causas Da Conjuntivite

  • Vírus
  • Bactérias
  • Reação alérgica
  • Contato de algum produto químico no olho
  • Um conteúdo estranho no olho
  • Em bebês, um ducto lacrimal fechado.

Tratamento Da Conjuntivite

Conjuntivite bacteriana

Se a infecção for de origem bacteriana, o tratamento pode ser realizado por meio de colírios de função antibiótica, nesse caso, a infecção desaparece em alguns dias. Outro tratamento para este tipo de problema é o uso de pomadas antibióticas no lugar dos colírios, que são mais simples de administrar do que a versão líquida, principalmente em crianças.

Conjuntivite viral

Não há tratamento para a maior parte dos casos de conjuntivite viral. Para isso, o vírus necessita de tempo para desenvolver o seu processo, que pode durar de duas a três semanas. A conjuntivite viral geralmente se inicia em um olho e, logo, passa para o outro. Os sintomas e sinais vão regredindo até desaparecerem por completo por conta própria.

olho normal

Se o médico determinar que a conjuntivite viral for causada pelo vírus do herpes simples, ele pode recomendar o uso de remédios antivirais para aliviar os sintomas do vírus.

Conjuntivite alérgica

Se for o caso de conjuntivite de origem alérgica, o médico pode indicar algum tipo de colírio para indivíduos que apresentam alergias, como medicamentos ideais para o tratamento de reações alérgicas, como anti-histamínicos, ou remédios que controlam a inflamação, como anticongestionantes, esteroides ou anti-inflamatórios.

Diminuidor

2 comentários

  1. dalmo medeiros (09/08/2014)

    minha filha tem uma alergia na pele que aparece manchas iguais a micose e ela esta com conjutivite bacteriana tem alguma coisa aver?

  2. Anônimo (24/03/2015)

    Puxa vida nem me diga de dor na coluna, passei por momentos bem dif

Comente!




*Campos obrigatórios

Os artigos desse site contém informações baseadas em pesquisas, estudos, consultas, experiências pessoais e livros. Deve-se sempre consultar um médico antes de tomar qualquer medida.