Dermatite de contato

Entenda as causas de dermatite de contato e como evitá-la

Artigo publicado por Roberto Magalhães nas categorias: Doenças

Diminuidor

A dermatite de contato é uma doença mais comum do que se imagina, portanto, fique atento a qualquer sintoma e se surgir alguma erupção na pele, escamação, vermelhidão e se a região começar a coçar, pois em alguns casos, podem complicar e causar infecções bacterianas graves.

dermatite de contato

O que é a dermatite de contato

A dermatite de contato nada mais é que a inflamação da pele causada por alguma reação alérgica ou inflamatória, levando o individuo a ter coceira na pele, formação de bolhas, descamação, feridas e a área afetada fica bem vermelha. A dermatite costuma surgir após contato direto com algumas substâncias que o individuo é alérgico. A dermatite de contato causa reações desagradáveis em algumas regiões do corpo como nas mãos, braços e no rosto que se assemelham com queimaduras, deixando a pele irritada, vermelha e com descamação. Ao perceber qualquer alteração, o paciente deve buscar ajuda médica imediatamente para evitar danos mais graves a saúde.

Porque ocorre a dermatite de contato

As causas da dermatite de contato são diversas. Entre as mais comuns estão o contato direto com ácidos, alguns sabonetes, detergentes para lavar louças, solventes, algumas plantas conhecidas como hera venenosas, carvalho venenoso, sumagre venenoso, antibióticos, anestésicos tópicos, cosméticos, roupas, tecidos, perfumes e entre outros compostos químicos de limpeza que o individuo é sensível ou alérgico as substâncias. Por não ser imediato o aparecimento dos sintomas, o individuo deve evitar o contato direto com esses produtos que é alérgico, mas caso o contato tenha acontecido, procure um posto médico para realizar o melhor diagnóstico e tratamento.

Como evitar a dermatite de contato

A melhor forma de evitar a dermatite de contato é não utilizar os produtos que contenham os reagentes ou compostos químicos que causam os sintomas. No caso dos detergentes, o ideal é que se lave as locas ou faça a limpeza da casa com proteção como luvas ou outras formas que auxilia para não ter contato direto com o produto químico. Além, é claro, de realizar a limpeza das mãos com água corrente, caso o contato com o produto já tenha ocorrido. Compressas com gelo na área afetada também podem aliviar os sintomas como de inchaços e quando a pele fica avermelhada e purulenta.

Tratamento

Além de evitar o contato com as substâncias químicas que desencadeiam as reações alérgicas, o tratamento também pode ser realizado com medicação que podem reduzir os sintomas. Entre os medicamentos indicados para tratar a dermatite de contato estão os corticóides tópicos, antistamínicos, aplicação de cremes na pele ou até mesmo, a administração de antibióticos para combater a inflamações mais graves.

remédios para dermatites

Normalmente, em duas a três semanas os sintomas e feridas na pele começam a aliviar e reduzir os desconfortos, mas há casos em que elas ressurgem, se a substâncias que causou a dermatite não for identificada. Por isso, lembre-se, nunca faça automedicação e consulte sempre um especialista que irá orientar para o melhor tratamento, pois a dermatite de contato tem os seus graus e deve ser acompanhado pelo especialista de confiança e especializado para ter um resultado eficaz.

Diminuidor

Comente!




*Campos obrigatórios

Os artigos desse site contém informações baseadas em pesquisas, estudos, consultas, experiências pessoais e livros. Deve-se sempre consultar um médico antes de tomar qualquer medida.