Dor Lombar

A dor lombar é um mal que atinge muitas pessoas, mas ela pode ser tratada e também prevenida. Saiba como

Artigo publicado por Roberto Magalhães nas categorias: Dores

Diminuidor

A dor lombar é uma queixa muito comum entre as pessoas, e ela, muitas vezes, é a causa para a ausência no trabalho, ou para visitas rotineiras ao médico. A dor pode ocorrer de repente devido a uma lesão, ou lentamente, devido à má postura, obesidade, sedentarismo ou falta de exercícios.

Mesmo que a dor lombar possa afetar pessoas de qualquer idade, é muito mais comum entre os adultos na faixa etária de 35 e 55 anos.

O que é dor lombar

dor na lombar

A dor lombar, também conhecida como lombalgia, é uma dor que acontece na parte inferior da coluna vertebral (coluna lombar) e está associada como a forma dos ossos, músculos e ligamentos nas costas trabalham juntos. Essa dor pode estar ligada à coluna vertebral óssea lombar, aos discos entre as vértebras, aos ligamentos ao redor da espinha, à medula espinhal, nervos, aos músculos inferiores das costas, ao abdômen, aos órgãos internos e à pele ao redor da área lombar.

Dificilmente o incômodo pode ser considerado grave, não é à toa que a cirurgia é raramente necessária, e só ocorre quando for o caso de uma hérnia de disco por exemplo.

Como evitar e tratar a dor lombar

dor lombar

Há algumas atividades que podem ser praticadas em casa para evitar a repetição do problema. No entanto, se a dor persistir por mais de 3 dias, ou se for tão severa que não é possível levantar da cama, um médico deve ser consultado para avaliar sua condição e, se necessário, prescrever medicamentos para amenizar o problema.

Quando for dormir

  • Quando for se deitar, mantenha-se em uma posição que não agrida as costas. De preferência com o corpo reto e barriga para cima. Um travesseiro embaixo dos joelhos pode ajudar na postura e dar conforto à posição.
  • Se preferir dormir de lado, vire-se totalmente e acrescente um travesseiro entre as pernas, com os joelhos dobrados. Essa atitude otimizará a posição.

Quando acordar

  • Levante-se e caminhe pelo menos 30 minutos para impedir a volta de enrijecimento da lombar. Faça um alongamento das costas antes.

Para amenizar a dor

  • Se a dor estiver incomodando muito tome um analgésico, mas se atente à dose e ao horário.
  • Caso a dor persista, consulte um médico, que pode prescrever um anti-inflamatório não esteroide ou um relaxante muscular.
  • Se houver inchaço, aplique gelo enrolado em uma toalha e segure-o na região por 10 minutos e a cada 2 horas.
  • Se não houver inchaço, mas se a dor continuar, uma bolsa de água quente pode aliviar o incômodo. Aplique-a no local por no máximo de 15 minutos a cada 2 horas. Tomar um banho quente também pode ajudar a diminuir a dor lombar.

Exercícios

  • Deite-se no chão e coloque uma bola de tênis na área afetada. Role a bola lentamente, até que a dor desapareça.
  • Dobre os joelhos e descanse os tornozelos e panturrilhas em uma cadeira.
  • Levante-se e sente-se com uma postura relaxada, mas ereta. Isso coloca menos pressão sobre as costas.
  • Aqueça os músculos e relaxe antes de qualquer exercício.

Recomendações para a dor lombar

  • Ioga, pilates e natação podem ajudar a tratar a dor lombar ou qualquer tipo de dor nas costas.
  • Visite um fisioterapeuta que pode projetar um programa de exercícios para você.
  • Sessões de acupuntura e massagem também podem auxiliar no problema. Procure no seu bairro, ou vá a uma clínica especialista.
  • Usar sapatos de sola flexível de apoio, sem salto, pode fazer muita diferença.
Diminuidor

3 comentários

  1. Mari Disco (18/01/2015)

    Muito interessante esse website. N

  2. Jeanne dores (22/01/2015)

    Pra mim cirurgia m

  3. berenice sodré dos santos silva (04/03/2016)

    muito boa estas dicas eu tenho probleema na lombar e o medico disse que eta prejudicando a medula o que fase o medico disse que eu tenho que faser a cirurgia teria outra saida?pois me preocupo muito em fazer a cirurgia.

Comente!




*Campos obrigatórios

Os artigos desse site contém informações baseadas em pesquisas, estudos, consultas, experiências pessoais e livros. Deve-se sempre consultar um médico antes de tomar qualquer medida.