Dor nas Articulações

A dor nas articulações, geralmente, atinge pessoas idosas e podem ser causadas por inúmeros motivos. Saiba mais.

Artigo publicado por Roberto Magalhães nas categorias: Dores

Diminuidor

O que é a dor nas articulações

Juntas, as articulações formam as ligações entre os ossos. Elas fornecem apoio e ajudam o corpo a se mover. Qualquer dano nas articulações, alguma doença ou lesão, pode interferir com o deslocamento e a movimentação do corpo e causar muita dor.

A dor articular é extremamente comum, cerca de um terço dos adultos ao redor do mundo já sentiram dores nas articulações. A dor no joelho é a queixa mais comum, seguida pela no ombro e dor no quadril. Esse tipo de dor pode afetar qualquer parte do corpo, desde os tornozelos até os ombros. Conforme o ser humano envelhece, a dor nas articulações se torna cada vez mais comum.

dor articular

Causas da dor nas articulações

Muitas condições diferentes podem gerar a dor nas articulações, incluindo osteoartrite (doença degenerativa das articulações e dos ossos), artrite reumatoide (inflamação degenerativa das articulações), bursite (inflamação da bursa, bolsa cheia de líquido situada entre um músculo ou tendão e o osso), gota (alto nível de ácido úrico no sangue), distensões, entorses (lesões traumáticas de uma articulação) e outros ferimentos.

Recomendações para a dor nas articulações

Em algum momento da vida, a maioria das pessoas irá sentir dor nas articulações, independente do motivo. No entanto, é mais corrente entre os idosos, pois há certas dores que são mais comuns em determinadas idades. Embora não seja normal sentir qualquer tipo de dor, e isso pode ser um sinal de que algo está errado.

As dores nas articulações podem variar de levemente irritante para debilitante. Ela pode desaparecer depois de algumas semanas (aguda), ou durar várias semanas ou meses (crônica). Mesmo a curto prazo, a dor e o inchaço nas articulações podem afetar a qualidade de vida de quem sofre do problema. Seja qual for a causa da dor nas articulações, geralmente o problema pode ser gerenciado com medicamentos, fisioterapia, ou tratamentos alternativos.

Tratamentos para a dor nas articulações

O médico vai primeiro tentar diagnosticar e tratar a doença que está causando a dor nas articulações. O objetivo é reduzir a dor e a inflamação, e preservar a função articular. As opções de tratamento incluem:

Medicamentos

  • Para moderada à grave, dor nas articulações com inchaço, um anti-inflamatório não esteroide (AINE) pode ser o indicado.
  • Se a dor for de menor intensidade, sem inchaço, o acetaminofeno (Tylenol) pode ser eficaz.
  • Se a dor for tão grave que os anti-inflamatórios não esteroides não puderam aliviá-la, o médico pode prescrever uma forte medicação opióide (obtido através do ópio). Como esse tipo de droga pode causar sonolência, constipação, e outros efeitos colaterais, o paciente só deve usá-lo sob os cuidados de um médico.

Outros medicamentos que podem ajudar a aliviar a dor incluem:

dor nas articulações

  • Relaxantes musculares para tratar espasmos musculares (podem ser utilizados em conjunto com anti-inflamatórios não esteroides para aumentar o efeito).

Tratamentos alternativos

  • Massagens
  • Acupuntura
  • Prática de exercícios físicos e alongamento
  • Pilates

Quando procurar um médico

  • Se houver febre que não esteja associada aos sintomas de gripe e/ou resfriado.
  • Caso o paciente perca peso não intencionalmente.
  • Quando a dor perdurar por mais de 3 dias.
  • Se a dor for intensa e inexplicável (sem ter feito nenhum esforço ou ter sofrido qualquer lesão).
Diminuidor

1 comentário

  1. niedja melo (01/06/2014)

    tenho 46 anos, ja faz cinco que não tenho mais menstruação, é por isse motivo que sofro com este problema? trabalho em campo aberto, e ando muito e sinto que pioro . tomo 0s antiflamatórios memo alivia uns dias depois volta tudo novamente…me ajudem a ter uma vida melhor. obg.

Comente!




*Campos obrigatórios

Os artigos desse site contém informações baseadas em pesquisas, estudos, consultas, experiências pessoais e livros. Deve-se sempre consultar um médico antes de tomar qualquer medida.