Hemorróida

Entenda melhor o que são hemorróidas e quais as principais causas dessa inflamação que acomete muitas pessoas no mundo todo

Artigo publicado por Roberto Magalhães nas categorias: Doenças

Diminuidor

A Hemorroida é uma inflamação das veias do intestino de mesmo nome. Tais veias estão localizadas próximas à região do reto e, por isso, quando inflamadas, causam grandes incômodos no paciente. Tal inflamação é bastante comum durante o período de gravidez e após parto, por isso acomete mais as mulheres. A doença é resultado do aumento da pressão das veias na região do anus.

A inflamação da veia hemorroida pode ser interna ou externa, o tipo que causa maior sangramento. Além da gravidez, que colabora para o aumento da pressão das veias, o esforço feito durante evacuações também pode causar a doença. Constipação, permanecer longos períodos sentado e infecções anais em detrimento de outras doenças também podem causar a Hemorroida.

Na maioria dos casos, as veias inflamadas voltam ao normal rapidamente, mas em alguns casos, quando essas veias saem para fora do anus, há a necessidade de intervenção cirúrgica.

Sintomas

sensação de hemorróidas

O principal sintoma da Hemorroida é o sangramento anal. Normalmente esse sangramento ocorre durante a evacuação, porém, em casos mais graves, pessoas acometidas podem apresentar sangramento no dia a dia. Pessoas que têm dificuldade para permanecer muito tempo sentado, também devem ficar atentos aos sinais da doença.

Prurido anal, dores, sangue vivo nas fezes e até o aparecimento de nódulos sensíveis próximos ao ânus também são sinais de que a veia hemorroida pode estar inflamada.

Diagnóstico

Por se tratar de um problema, de certa forma, constrangedor, muitas pessoas têm dificuldade para diagnosticar a Hemorroida. Porém, é necessária a procura por uma médico especialista para se detectar a Hemorroida.

O diagnóstico é feito com acompanhamento médico. Exames de análise de fezes, do ânus e do reto são importantes para o diagnóstico correto. Exames de toque e até o exames feitos com equipamentos como anuscópio e proctoscópio também são fundamentais para a detecção do problema. Há vários exames que podem detectar a doença, mas é preciso o acompanhamento médico especializado.

Prevenção

Para evitar a inflamação das veias intestinais o paciente deve beber bastante líquido, seguir uma dieta balanceada, com alta ingestão de fibras, frutas, verduras, legumes e cereais integrais para evitar o esforço e a constipação durante a evacuação. Em casos mais graves de constipação e prisão intestinal pode ser necessário o uso de medicamentos e vitaminas contendo substâncias emolientes.

Tratamento

sintomas de hemorróidas

O tratamento das hemorróidas é feito basicamente com o uso de pomadas. Pomadas com corticoides, que reduzem a dor e o inchaço no paciente, e pomadas específicas para o tratamento da doença são os medicamentos mais recomendados para o tratamento. A lidocaína é uma substância bastante utilizada neste tipo de tratamento. A boa alimentação também ajuda no tratamento, mas é preciso evitar coçar a região do ânus, para evitar novas infecções. Compressas com água morna na região afetada também podem auxiliar no tratamento das veias inflamadas.

Em casos mais graves, pode ser necessária a intervenção cirúrgica, mas hoje em dia já há tratamentos como a coagulação infravermelha, que acelera o processo desinflamatório e pode evitar a necessidade de cirurgia.

Maneira Mais Rápida de Acabar com as Hemorroidas

Existem algumas maneiras eficazes de contornar o problema das hemorroidas, mas sem dúvida alguma o método mostrado no link abaixo é o que fará com que você se livre desse incômodo problema de maneira rápida (leva cerca de 48 horas) e ainda por cima indolor.

Diminuidor

1 comentário

  1. Luciano (26/06/2014)

    Eu acho que para casos mais graves, hemorroidas avançadas é melhor fazer logo a cirurgia. Existe agora um tipo de operaçao muito boa, muito menos dolorosa do que a hemorroidectomia. Chama-se THD. A THD é uma cirurgia quase indolor. Melhor assim, porque as hemorroidas sao dolorosas por si sò.

Comente!




*Campos obrigatórios

Os artigos desse site contém informações baseadas em pesquisas, estudos, consultas, experiências pessoais e livros. Deve-se sempre consultar um médico antes de tomar qualquer medida.