Lesão por Esforços de Repetição (LER)

Você sabia que praticar sempre um mesmo movimento pode causar um dano? Pois é. Conheça mais abaixo sobre a lesão por esforços de repetição.

Artigo publicado por Roberto Magalhães nas categorias: Dores

Diminuidor

O que é a lesão por esforços de repetição

Em termos médicos simples, a lesão por esforço de repetição (LER) é definida como um transtorno de trauma cumulativo (CTD) decorrente de movimentos repetitivos, contundentes, ou inábeis prolongados. O resultado é o dano nos músculos, tendões e nervos do pescoço, ombro, antebraço e mão, o que pode causar dor, fraqueza, dormência ou diminuição do controle motor.

LER

Isso porque as atividades aparentemente inócuas como digitar e clicar em um botão do mouse realmente podem ser prejudiciais. Pequenos movimentos da mão, repetidos hora após hora, dia após dia, milhares e milhares de vezes, por fim, esticam os músculos e tendões dos antebraços, punhos e dedos, causando lágrimas microscópicas. Os músculos lesionados tendem a se contrair, diminuindo a capacidade do movimento necessário para a maioria dos trabalhos. Devido a este desgaste, os tendões ficam inflamados, resultando na dormência, formigamento ou hipersensibilidade ao toque. A menos que este ciclo seja interrompido, ele se repetirá outras vezes, e durante um longo tempo, assim ele se torna crônico.

Quais os sintomas da LER

O principal sinal de alerta da LER é a dor que ocorre nas extremidades superiores (dedos, palmas das mãos, punhos, antebraços e ombros). O desconforto pode estar relacionado à dor, queimação, ou pontada, podendo ser local (por exemplo, nos dedos) e difusa (na totalidade do antebraço). A dor geralmente pode aumentar após uma longa sessão de uso do computador. Tenha em mente que é possível ter uma LER grave sem sentir nenhuma dor.

Prevenção da LER

É possível prevenir a lesão por esforços de repetição através de algumas mudanças de hábito. Confira!

  • Faça pausas ao usar o computador. A cada hora, por exemplo, levante-se e caminhe pelo ambiente, beba um copo de água, alongue os músculos, e olhe pela janela ou para um objeto distante (para descansar os olhos).
  • Sustente uma boa postura.
  • Pratique exercícios regularmente. Inclua na sua rotina atividades de fortalecimento, alongamento e treinos aeróbicos. Ioga e Pilates são particularmente úteis nesse sentido.
  • Apenas utilize o computador o quanto precisar. Não passe mais de 4 horas por dia na frente do micro.

Por que se preocupar?

lesão por esforço repetitivo

A LER pode levar meses, até mesmo anos para se desenvolver, e pode demorar pelo menos o dobro do tempo para se curar. Tal como acontece com todas as questões relacionadas com a saúde, é aconselhável comer bem, praticar exercícios, ouvir o seu corpo, e evitar um comportamento destrutivo. Entretanto há algumas precauções específicas que você pode adotar para ajudar a prevenir o surgimento da LER.

Boa postura é fundamental

Uma boa postura é quando você está sentado, de tal forma que o esforço necessário para trabalhar no seu computador seja minimizado. A lista abaixo identifica o modo certo de manter-se sentado a fim de alcançar uma posição correta:

  • Pés: no chão
  • Pélvis: balançado para frente, sentado sobre os quadris retos.
  • Parte inferior das costas: arqueada, e possivelmente apoiada na cadeira ou com um rolo de toalha.
  • Parte superior das costas: naturalmente arredondada
  • Ombros, braços: relaxado, ao lado.
  • Pescoço: relaxado, apoiado pela espinha. Atente-se para não condicionar a tensão nas costas ou sob o queixo.
  • Cabeça: equilíbrio delicadamente em cima da espinha.

Não há problema em mudar as posições de suas pernas e pés, mas não se esqueça de sempre manter a coluna ereta e equilibrada.

Diminuidor

Comente!




*Campos obrigatórios

Os artigos desse site contém informações baseadas em pesquisas, estudos, consultas, experiências pessoais e livros. Deve-se sempre consultar um médico antes de tomar qualquer medida.